DANGER 5

Séries e TV | Por Lucas Fowl | Em 25/06/2015

Viaje para os anos 60 na primeira temporada e fique hipnotizado por efeitos especiais bizarros nos anos 80 nessa série australiana feito por mentes brilhantes e criativas!


DANGER 5

Danger 5 trata-se de uma série que te faz voltar no tempo, mais precisamente para os anos 60, onde histórias pulps - como coletar monumentos ou usar dinossauros como armas de guerra -, produções de baixa qualidade, e piadas infames faziam toda a alma do negócio. 

No melhor estilo thrash das séries dos anos 60, como "Thunderbirds", "O Agente da UNCLE", "Danger Man", produções que explodiram mentes naquela década, Danger 5 tem como objetivo mostrar ao telespectador cinco agentes secretos prontos para as mais loucas missões para eliminar o maior vilão mundial, Adolf Hitler (Carmine Russo), durante a segunda guerra mundial. Os agentes são Jackson (David Ashby), um americano patriota, clássico e no clichê que estamos cansados de ver, Tucker (Sean James McMurphy), um australiano, Claire (Amanda Simons), uma britânica, Pierre (Aldo Mignone) um francês sempre a disposição para novos drinks e Ilsa (Natasa Ristic), a russa com um temperamento forte, e regados a muito cigarro e bebidas, e poderes que nem sempre fazem sentido, recebem as missões de Coronel Chestbridge chefe com cabeça de águia.

E a cabeça de águia do chefe da equipe não é a única coisa bizarra durante o seriado, afinal, pastores alemães falam com a maior naturalidade do mundo. 

Os cenários são todos de maquetes (qualquer semelhança com "Ultraman", só vai te fazer rir ainda mais) e sem a necessidade de medir esforços para esconder as cordas que seguram os aviões, ou para fazer explosões com simples labaredas de fogo lançadas ao ar, a série cativa os fãs das extintas e exageradas séries com essas épicas missões. 

Foram lançados 5 websódios em 2012 pelo no site oficial do canal Australiano SBS, cada episódio teriam 5 minutos cada e juntos formariam um episódio chamado de "The Diamond Girls", onde Hitler descobre uma maneira de fazer soldadas a prova de balas, é onde o trio de homens desleixados recebem a ajuda das duas agentes mulheres. Logo nestes primeiros episódios, já é possível ver o machismo, o tabagismo e tiroteios dignos de uma bela homenagem aos anos 60. A websérie teve tanto sucesso que não demorou para que lançassem outros cinco episódios, dessa vez com 25 minutos cada, formando a primeira temporada. Além de terem que eliminar Hitler, também ganham missões para eliminar outros grandes vilões envolvidos na dominação do mundo. 

E como se não bastasse, no ano passado (2014) foi lançado a segunda temporada da série, Danger 5 teve o mesmo embalo da primeira temporada, mas com um clima mais próximo da sessão da tarde. A série foi construída com o clima dos filmes dos anos 80, e com o retorno de Hitler querendo dominar o mundo, o grupo precisa voltar para as missões sem pé e nem cabeça para detê-lo. Na segunda temporada, entram Holly (Elizabeth Hay), uma americana tipicamente irritante dos filmes clássicos dos anos 80 e McKenzie (Fumito Arai), só de olhar para ele já é possível rir. 

Clássicos colégios, efeitos especiais fracos e temas pra lá de "filmes da sessão da tarde" - ataques de tubarões, bailes, mafiosos, nerds, músicas retrofuturistas, armas absurdas de agentes secretos, zumbis, viagens no tempo, espadas de samurai, vampiros, mais maquetes, óculos escuros e o que não poderia faltar, explosões feitas de faíscas - fazem da segunda temporada tão épica e criativa quanto a primeira. 

Produção da Dinossaur, no EUA é exibida apenas pelo streaming Hulu, está disponivel na Netflix apenas do Canada, Inglaterra e Irlanda, e totalmente inédita no Brasil, a série vale a pena ser assistida para quem está afim de rir com os clichês das décadas passadas e se divertir com 'calhofagens' incríveis. A série merece levar o selo de MELHOR COMBATE CONTRA OS NAZISTAS! EVER!